DuraTec® Top 14, o fertilizante ideal para a vinha

O seu ponto forte: tem azoto estabilizado com o inibidor de nitrificação DMPP e um grânulo revestido com Polygen

A COMPO EXPERT tem um grande historial no que diz respeito ao desenvolvimento de fertilizantes especiais de alta tecnologia aplicados à nutrição da vinha. Estas tecnologias oferecem uma ótima eficiência e um mínimo impacto ambiental.

A quantidade de azoto é muito importante nesta cultura, pois, embora as necessidades deste elemento sejam baixas, a deficiência do mesmo causa a perda de vigor na folha. Por outro lado, em grande quantidade provoca um excesso de vigor que afeta o teor de antocianinas (Keller et al., 1999), fundamental na produção e qualidade do vinho.

O maior momento de absorção de azoto ocorre entre a floração, a maturação do bago e a pós-colheita (Conradie, 1980, Pradubsuk S. e Davenport, J.R., 2010), quando as reservas de azoto são acumuladas nas raízes para a floração e abrolhamento do ano seguinte.

Porquê DuraTec® Top 14?

Precisamente por ter azoto estabilizado com o inibidor de nitrificação DMPP e um grânulo revestido com Polygen, um polímero que contribui para a libertação gradual de nutrientes, não só do azoto. Tecnologias que, juntas, possibilitam que o azoto fique mais tempo à disposição da vinha, reduzindo as perdas por lavagem e aumentando a eficiência do azoto aplicado.

O problema do azoto é que é um elemento muito móvel e, após fortes chuvas ou irrigação em excesso, pode levar a grandes perdas e, com isso, importantes deficiências em termos de quantidade e qualidade da produção final.

As características do 3,4-dimetilpirazol fosfato, vulgarmente conhecido pela sua sigla DMPP, tornam-no um inibidor de nitrificação ideal por ser altamente seletivo com nitrosomonas, bactérias presentes no solo e que intervêm no ciclo do azoto, por transformar a amónia em nitrito, não afetando no entanto os outros géneros de bactérias presentes no solo, estabilizando assim o azoto tanto na sua forma amoniacal e como na ureica.

É importante notar que o efeito do DMPP é bacteriostático e não bactericida, portanto, não afeta os processos naturais do solo. Depois de sua ação, degrada-se sem deixar absolutamente nenhum resíduo prejudicial para o solo e os seus microrganismos. Da mesma forma, não é absorvido pela cultura; portanto, não produz fitotoxicidade.

Devido à eficácia do DMPP, a dose de aplicação é sensivelmente menor do que outros inibidores, como a dicianodiamida ou DCD, o que faz com que o custo de utlização também seja inferior.

Portanto, estas duas tecnologias juntas dão-nos a garantia de máxima eficiência para uma aplicação ideal na vinha, especialmente agora na primavera que há a necessidade de nutrientes no solo para os próximos 3 meses, entre 12 e 18 semanas.

A fórmula do DuraTec Top 14 é uma combinação perfeita entre um fertlizante composto NPK, magnésio e uma mistura de micronutrientes, que com uma pequena aplicação na vinha garantimos a disponibilidade de nutrientes importantes como o azoto, fósforo ou potássio e até mesmo nutrientes secundários como o magnésio e outros micronutrientes como o boro e ferro.

A sua fórmula e tecnologia fazem do DuraTec® Top 14 um dos fertilizantes mais eficientes do mercado.