COMPO EXPERT garante a efetividade dos seus produtos na cultura da alfafa

Durante dois anos seguidos (2016 e 2017) a COMPO EXPERT avaliou o efeito dos produtos bioestimulantes exclusivos da marca: Basfoliar® KELP BIO y Basfoliar® AVANT NATUR na cultura da alfafa, com o objetivo de estudar as melhorias produtivas e a qualidade nutricional através da aplicação destes produtos, utilizando outros tratamentos como controle: T0 (sem aplicação de bioestimulante), T1 (produto de referência), T2 (tratamento com Basfoliar® Kelp Bio) e T3 (tratamento com Basfoliar®  Avant Natur).

Estas aplicações realizaram-se após o corte, aplicando o produto da forma foliar, em doses de 2l/ha, acompanhado de fertilização no solo com granulados. Os quatro tratamentos foram realizados de forma idêntica. A província da Múrcia foi a eleita para desenvolver este ensaio, onde colaborou também o Centro de Investigação e Desenvolvimento Agroalimentar, Ideagro.

Resultados do ensaio

Durante o ensaio, realizaram-se 6 cortes e avaliaram-se parâmetros como: floração, desenvolvimento vegetativo, produção, valor nutricional e qualidade. Desta forma, observou-se que a média da longitude da planta foi mais elevada nas plantas que tiveram o tratamento de Basfoliar® Avant Natur (65cm). Em relação à floração, o resultado foi um aumento da precocidade, já que as plantas tratadas alcançaram o momento do corte anteriormente às plantas de controle.

O terceiro corte foi o mais produtivo. Apesar de que neste observaram-se diferenças significativas. No rendimento acumulado observou-se uma melhoria na produção acumulada com os tratamentos Basfoliar® Kelp Bio e Basfoliar® AVANT NATUR, com valores entre 5% e 3%, respetivamente, em relação ao controle. Isto supõe um aumento da produção de 2,17t/ha e 1,14t/ha em dois anos.

Ao nível da análise nutricional, outras das vantagens da aplicação destes dois produtos é que ambos os bioestimulantes aumentaram o Valor Relativo do Alimento (RFV) em 11% e 8%, respetivamente, relativamente ao controle. Também aumentaram o potencial de produção da proteína em leite, para 9% e 15% comparando com o controle, proporcionando mais qualidade e digestibilidade ao leite.

Para mais informação consulte o nosso departamento técnico:

investigacion@compo-expert.com