A importância da fertilização pós-colheita nas lenhosas

Com a campanha de fruta de caroço praticamente terminada e precisamente a meio da colheita e da campanha de fruta de semente, são muitos os produtores que começam a planear a próxima temporada. Um planeamento que começa com uma prática essencial para os agricultores profissionais e que por vezes não se presta a atenção necessária: a fertilização pós-colheita.

O êxito da campanha seguinte depende, em parte, da aplicação de nutrientes, uma vez que a planta ficou desprovida de frutos. De facto, trata-se de um dos momentos de desenvolvimento radicular da planta, devendo por isso aproveita-se para melhorar a eficiência de aplicação de adubo.

Enquanto nas culturas sazonais praticamente todo o N que se encontra na planta é proveniente do solo, em culturas lenhosas a situação é bem diferente. Na verdade as árvores têm uma importante reserva de N, principalmente no inverno, em forma de arginina, e tem um importante papel na nutrição e redistribuição do azoto por toda a planta. Neste caso, deve-se separar a absorção de N através do solo e a utilização de azoto acumulado nas estruturas da planta.

Como conclusão, mais de 40% de azoto utilizado no ciclo completo da planta, provém do azoto aplicado durante a etapa da pós-colheita.

Mais concretamente, até completar a floração, 80-90% do N vem da recirculação após o inverno, isto é, das reservas acumuladas do ano anterior. Ainda na colheita existe 40-45% deste nutriente que provém do que estava armazenado, como se pode observar no quadro seguinte.

Desta forma, o N acumulado nas folhas durante o verão é translocado para a zona lenhosa onde fica armazenado sobre a forma desta proteína, a arginina. Por isso, funciona como o “combustível” inicial para o ciclo seguinte.

DuraTec®: o adubo de última geração para a adubação pós-colheita

A COMPO EXPERT recomenda que neste período se aplique qualquer um dos produtos da gama DuraTec®, que combina as duas tecnologias mais avançadas em fertilizantes que maximizam a eficiência da nutrição das culturas:

  • Inibidor da nitrificação: máxima eficiência para o azoto aplicado
  • Revestimento dos grânulos: libertam os nutrientes de forma lenta e controlada a longo prazo.

Vantagens

  1. DuraTec®http://www.compo-expert.es/pt/produtos/granulados-com-tecnologia-2nt.html é o verdadeiro adubo duradouro. Não se perde com as chuvas ou mesmo com rega em excesso.
  2. Trata-se da melhor “recarga” de nutrientes para a planta.
  3. DuraTec® economiza meios e custos, uma vez que a sua alta eficácia permite reduzir doses e aplicações.
  4. As necessidades da planta são satisfeitas. A aplicação é segura e a nutrição amoniacal é garantida.
  5. Reduz-se ao mínimo o impacto ambiental, evitando a contaminação dos aquíferos.